Muitas cidades brasileiras têm o turismo como uma de suas principais atividades econômicas. Tudo, ou praticamente tudo, necessita do bom funcionamento deste setor para ter lucros. Este é um dos principais motivos para que empresários do ramo e órgãos públicos se unam em prol de um turismo eficiente, com políticas voltadas para o setor. No geral, todos saem ganhando, inclusive os moradores do município.

Um dos motivos para que os turistas escolham entre uma cidade ou outra é a disponibilidade de vagas de hospedagem. Um local, por mais bonito que seja, se não tiver um hotel com estrutura necessária para um bom atendimento, certamente, todos os outros setores vão perder clientes. Isso significa o quanto a hotelaria é importante para alavancar a economia de um município, estado e país.

Com aumento de hóspedes em hotéis e pousadas, todos os setores ganham, como restaurantes, comércio local, serviço de taxi, transporte, etc. Primeiro, que haverá geração de emprego na cidade em diversas áreas, porque para dar conta da demanda e prestar um atendimento dinâmico, os empresários terão que contratar mão-de-obra especializada e geral, como: atendente, recepcionista, chef de cozinha, cozinheiros, serviços gerais, camareira, entre outros.

De acordo com a pesquisa Meios de hospedagem – Estrutura de Consumo e Impactos na Economia, além da geração de emprego e de colaborar para o aumento de negócios em outros setores que dependem do turismo, os hotéis também contribuem para outras áreas, como ao consumir bens industriais. A hotelaria consome milhares de televisores, aparelhos elétricos e eletrônicos, roupas de cama e banho e tantos outros itens, que movimentam as economias dos estados e municípios.

Isso porque, por menor que seja, as hospedagens adquirem esses equipamentos para serem instalados nos quartos e em outras áreas dos hotéis ou pousadas.

Este é o efeito multiplicador, ou seja, o lucro não fica limitado apenas aos empreendimentos hoteleiros, mas beneficia outros ramos da economia do local ou região em que o hotel está localizado.

A pesquisa do Meios de hospedagem ainda aponta que a geração de riquezas concentra-se nas regiões Sudeste e Nordeste. A cadeia produtiva oferta cerca de 300 mil postos de trabalho. Os dados demonstram a importância de investir na hotelaria.

Ainda que o hotel ou pousada não sejam de grande porte, o importante são os investimentos em estrutura, no atendimento e na qualificação profissional. Estas são as primeiras coisas que um turista observa em uma hospedagem. Afinal, além de se divertir, ele vai, em algum momento, precisar descansar e nada é tão desagradável quanto um quarto com uma cama ruim, um chuveiro com água fria, um ar-condicionado quebrado, etc. Para que os hóspedes continuem voltando à cidade e ao hotel e, melhor de tudo, indiquem o destino e a hospedagem para outras pessoas, é muito importante ficar atento. Afinal, como já informamos ao longo deste artigo, hotéis e pousadas são responsáveis por alavancar a economia de muitas cidades brasileiras, principalmente, as que têm o turismo como principal segmento econômico.

 

 

Comentários

Comentário(s)