A liberação de funcionamento de hotel, pousada e apart-hotel depende de muitos documentos, entre estes, o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). A vistoria é muito importante porque é uma maneira de garantir a segurança dos hospedes e de credenciar a hotelaria.

Como conseguir o AVCB para hotel ou pousada?

Para obter o AVCB para hotel, os proprietários de hotéis, pousadas e outros meios de hospedagens precisam elaborar plano de Prevenção e Combate a Incêndio, obrigatório para todas as edificações com grande movimento de público. O plano envolve elaboração de estudo de risco; elaboração de laudos de segurança, aquisição de equipamentos, como hidrantes e extintor; saídas de emergência e treinamento de pessoal para serem brigadistas.

A legislação brasileira determina que todos os as edificações coletivas devam conter Plano de Prevenção e Combate a Incêndio, como shoppings, escola, hotéis, entre outras. Após cumprir com todas as exigências contidas no plano, o hotel deve entrar em contato com o Corpo de Bombeiros de sua cidade para realizar a vistoria e fazer as observações necessárias, caso precise. Após ser aprovado, os Bombeiros emitem o AVCB para hotel e pousadas, atestando que o empreendimento hoteleiro oferece garantia de segurança contra incêndios.

De acordo com a regulamentação do Corpo de Bombeiros de São Paulo, os objetivos do plano de prevenção e o AVCB para hotel são:

  • proteger a vida dos ocupantes das edificações e áreas de risco;
  • dificultar a propagação do incêndio, reduzindo danos ao meio ambiente e ao patrimônio;
  • proporcionar meios de controle e extinção do incêndio;
  • dar condições de acesso para as operações do Corpo de Bombeiros, caso ocorra algum incêndio.

AVCB para hotel

É muito importante que os proprietários ou administradores de empreendimentos hoteleiros fiquem atentos às normas de segurança, como o Plano de Prevenção e Combate a Incêndio, mas não apenas para conseguir o laudo do AVCB para hotel, como é conhecido a licença aqui em São Paulo, mas para dar maior tranquilidade aos hospedes. Por isso, é necessário manter os hidrantes dentro da validade e recarregados, afinal, ninguém sabe quando pode ocorrer um sinistro. É obrigatório ter hidrantes para cada classe de incêndio. Na cozinha, o hidrante ideal é o Classe K, já que o setor trabalha com produtos, como óleo, banha e gordura.

O hotel também deve ter uma brigada de incêndios e preparar seus funcionários a lidar com tal situação, principalmente, na orientação aos hospedes. Quanto mais rápida a ação de combate ao incêndio, melhor o resultado.

fonte:  http://www.portaldoavcb.com.br/

 

 

Comentários

Comentário(s)